Entidades Relacionadas

A APAL é membro efectivo da ESTAL – European Surface Treatment on Aluminium, que é a associação europeia para o Tratamento de Superfície do Alumínio, uma organização sem fins lucrativos, englobando associações nacionais e membros associados, representando mais de 400 empresas de anodização e de lacagem e destina-se a promover os interesses dos seus membros a nível internacional, no sentido de contribuir activamente para encontrar soluções de carácter técnico, económico e ambiental, associadas à produção e utilização das superfícies de alumínio tratadas, apoiando as associações nacionais de empresas na solução dos seus problemas específicos à escala nacional. A sua actividade principal é a de fornecer informação acerca da indústria europeia, especialmente através de um congresso bianual onde são apresentados os desenvolvimentos mais recentes desta indústria. A ESTAL é por sua vez  membro da EA, European Aluminium, associação europeia do alumínio.

Constituída em Janeiro de 2010, a ANFAJE – Associação Nacional dos Fabricantes de Janelas Eficientes pretende representar e defender os associados bem como fomentar o desenvolvimento sustentável e a inovação do sector das janelas em Portugal. Ao potenciar estratégias comuns de acção, esta associação empresarial visa a divulgação pró-activa e a valorização das JANELAS EFICIENTES junto dos variados intervenientes do sector da construção e dos organismos públicos. Motivada a disponibilizar iniciativas de suporte ao desenvolvimento e à inovação de todo o sector, a ANFAJE colabora com diversas entidades nacionais e internacionais, entre as quais com a APAL.

A Associação Brasileira do Alumínio – ABAL foi fundada em 15 de maio de 1970 pela Alcan Alumínio do Brasil Ltda, Alcominas (atual Alcoa Alumínio S.A.) e Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), empresas produtoras de alumínio primário, além das transformadoras Aisa Alumínio Indústria Ltda, Asa Alumínio S.A. Extrusão e Laminação e Kaiser Alumínio do Brasil S.A. A empresa Aisa foi incorporada, no início da década de 80, pela Alcoa Alumínio S.A. Instalou-se então um foro comum para a discussão dos assuntos pertinentes à indústria do alumínio, visando a conciliação de interesses entre produtores e transformadores, a ampliação da representatividade do setor junto ao governo brasileiro e à comunidade ligada a essa indústria. A ABAL congrega empresas associadas que representam 100% dos produtores de alumínio primário no Brasil, fazendo parte também as transformadoras de alumínio – que representam cerca de 80% do consumo doméstico brasileiro –, consumidoras de produtos de alumínio, fornecedores de insumos, prestadores de serviços e comerciantes.

O Laboratório Nacional de Engenharia Civil, I.P. é uma instituição pública de investigação e desenvolvimento científico e tecnológico de Portugal. É um dos maiores laboratórios de engenharia civil do Mundo. A APAL, como licenciado geral para Portugal das marcas de qualidade Qualicoat, Qualideco, Qualisteelcoat e  Qualanod, delega as funções inspectivas nos laboratórios acreditados do LNEC, que realizam em Portugal as inspecções previstas nas directivas das referidas marcas. Para as marcas Qualicoat, Qualideco e Qualisteelcoat estas são realizadas pelo Núcleo de Materiais Orgânicos do LNEC, enquanto as inspecções Qualanod são asseguradas pelo Núcleo de Materiais Metálicos do LNEC.

INSPECTORAS

Eng.ª Rute Fontinha

QUALANOD

Telef. : 218 443 775

Email: rfontinha@lnec.pt

Eng.ª Rute Fontinha

QUALICOAT, QUALIDECO e QUALISTEELCOAT

Telef. : 218 443 248

Email: mprodrigues@lnec.pt

 

Algumas abreviaturas e o seu significado 

AAAThe Aluminium Association
Associação do Alumínio
AAMAAmerican Architectural Manufacture’s Association
Associação Americana de Produtos p/ Arquitectura
ACREAluminium Can Recycling Europe
Reciclagem de Latas de Alumínio da Europa
AECAluminium Extruders Council (North America)
Conselho dos Extrusores de Alumínio (Americana)
AFNORAssociation Française de Normalisation
Associação Francesa de Normalização
AZAluminium-Zentrale
Central do Alumínio (Alemanha)
BATBest Available Techniques
Melhores Técnicas Disponíveis
BSBritish Standard
Norma Inglesa
CENComité Européen de Normalisation
Comissão Europeia de Normalização
CIACentre d’Information de l’Aluminium (Canada)
Centro de Informação do Alumínio (Canadá)
CI-CSproc.Cold Impregnation / Cold sealing process
Processos de Impregnação a frio / Colmatagem a frio
COFRACComité Français d’Accréditation
Comissão Francesa de Acreditação
DINDeutche Industrie Norme
Norma Alemã
EAEuropean Aluminium
Associação Europeia do Alumínio
EAFAEuropean Aluminium Foil Association
Associação Europeia de Folha de Alumínio
EALEuropean Accréditation of Laboratories
Acreditação Europeia de Laboratórios
ECCAEuropean Coil Coating Association
Associação Europeia de Revestimento Contínuo
EINECSEuropean Inventory of Existing Chemical Substances
Inventário Europeu das Substâncias Químicas Existentes
EMASEnvironment Management and Audit System
Gestão Ambiental e Sistema de Auditoria
ENEuropean Norm
Norma Europeia
EOTAEuropean Organisation for Technical Approval
Organização Europeia para Aprovação Técnica
EOTCEuropean Organisation for Testing and Certification
Organização Europeia para Ensaio e Certificação
EUROMETCoopération Européenne des Laboratoires Métrologie
Cooperação Europeia dos Laboratórios de Metrologia
FEDESFédération Européenne de l’Emballage Souple
Federação Europeia da Embalagem Ligeira
GSBGütegemeinschaft f ür Stückbeschichtete Aluminiubautile
Associação p/ Qualidade das Peças de Alumínio p/ Arquitectura
GSGeprüfte SicherheitGS
Controlo da Segurança
IPPCproc.Integrated Pollution Prevention and Control Directive
Directiva Integrada de Prevenção e Controlo da Poluição
ISOInternational Standardisation Organisation
Organização Internacional de Normalização
LCALife Cycle Analysis
Análise do Ciclo de Vida
NPPortuguese Norm
Norma Portuguesa
NP ENPortuguese Version of the European Norm
Versão Portuguesa da Norma Europeia
OEAOrganisation of European Refiners and Remelters
Organização Europeia de Refinadores e Refundidores
PFCPerfluorocarbon
Perfluoreto de carbono
TALATTraining in Aluminium Application Technologies
Treino em Tecnologias de Aplicação do Alumínio
WGWorking Group
Grupo de Trabalho